especialidades ressonância magnéticade alto campo

Imagens mais nítidas, exames mais detalhados e diagnóstico mais preciso.

A ressonância magnética é uma ferramenta diagnóstica bastante sensível para lesões neurológicas de uma forma geral, devido à grande quantidade de parâmetros que afetam a intensidade do sinal da água e, consequentemente, o contraste da imagem dos tecidos moles.

Os equipamentos de ressonância magnética de alto campo são compostos por poderosos ímãs, capazes de formar imagens de alta nitidez em menor tempo. Isso significa que o tempo de exame se torna reduzido, diminuindo os riscos anestésicos, e que lesões de menor tamanho podem ser detectadas, permitindo diagnósticos mais precoces. Além disso, os equipamentos de alto campo possibilitam a avaliação de outras regiões, como abdômen e sistema músculo-esquelético.